por -
Avalie esse post

como-criar-um-cardapio-curso

É praticamente impossível encontrar quem não queira saber como ter um atendimento nota 10 em um restaurante, principalmente depois de o negócio estar em andamento. Afinal, se essa preocupação não surgiu antes, ela dá as caras justamente durante a operação, quando se percebe que melhorias precisam ser feitas. A boa notícia é que não é preciso grandes investimentos ou ações mirabolantes para que sua equipe entre em sintonia com o que você precisa, bastando se esforçar em alguns detalhes.

Quer saber quais são eles e como melhorar o atendimento do SEU restaurante?

Fique conosco até o final desse artigo e lhe explicaremos cada um deles.

A importância de se preocupar em entregar o melhor atendimento ao seu cliente

Quando alguém mostra interesse em saber como ter um atendimento nota 10 em um restaurante, não raramente faz isso pensando somente na lucratividade. A lógica, nesse caso, é a seguinte: se eu atender melhor, vou vender mais e, com isso, ganhar mais dinheiro no fim do dia.

Ok, não podemos ignorar que a lucratividade também é um fator importante nesse processo, mas o erro está em dar o primeiro passo justamente pensando no lucro. Se esse é o seu caso, te convidamos a refletir um pouco e se colocar no lugar do cliente em duas hipóteses: a do atendimento ruim e a do atendimento excelente.

Existe uma grande diferença, não é mesmo?

Na segunda hipótese você com certeza se sentiria satisfeito, indicaria o local para outras pessoas e sem dúvidas não pensaria duas vezes antes de voltar mais e mais vezes. E essa é a grande diferença: quando se descobre como ter um atendimento nota 10 em um restaurante se descobre também uma maneira simples de gerar FIDELIZAÇÃO.

A partir daí, o lucro será apenas consequência, portanto tente não pensar nele em primeiro lugar.

Agora que você já entendeu a importância desse processo, vamos falar sobre como colocá-lo em ação?

Veja mais a seguir.

5 dicas simples e poderosas de como ter um atendimento nota 10 em um restaurante

DICA 1: ENSINE SEUS COLABORADORES SOBRE SUA HISTÓRIA E SEU NEGÓCIO

Já aconteceu de alguém te perguntar o que significa o nome do seu restaurante, qual foi a inspiração para criá-lo ou há quanto tempo ele existe?

Se te perguntarem você saberá responder, mas e se a pergunta for feita a um de seus atendentes?

É muito importante que no treinamento recebido ao começar a trabalhar na casa cada pessoa conheça a sua trajetória e a história do seu negócio, para que possa tirar as dúvidas dos clientes mostrando que realmente conhece o local em que trabalha.

DICA 2: FAÇA TREINAMENTOS CONSTANTES

Mesmo dando um “treinamento básico inicial” para cada funcionário, dê também treinamentos constantes sobre tudo que achar necessário, incluindo atendimento.

Isso pode envolver até mesmo o convite a especialistas para que conversem com sua equipe através de palestras, workshops e dinâmicas.

DICA 3: SE POSSÍVEL CONVERSE COM A SUA EQUIPE TODAS AS MANHÃS

Você criou um cronograma de treinamentos para o semestre ou mesmo para o ano todo? Ótimo! Mas não espere para estar com seu time somente nessas datas.

Reuna-se com ele todas as manhãs antes de a casa abrir, para uma conversa rápida sobre as expectativas do dia, possível resolução para problemas que tenham surgido no dia anterior, um simples café, etc. Se preferir, faça essa reunião após o expediente, para colher o feedback de cada um.

Assim com certeza a proximidade entre vocês será muito maior, e cada pessoa da sua equipe se sentirá mais valorizada.

DICA 4: DIVIDA AS INFORMAÇÕES SOBRE SEU PÚBLICO COM OS ATENDENTES

O motivo? Simples: dessa forma eles poderão conhecer todos os perfis que atendem e saberão como lidar com cada um deles, inclusive em situações que envolverem algum tipo de reclamação.

Há clientes mais extrovertidos, outros bem mais sérios… Saber como se portar com cada um é importante.

DICA 5: INSTRUA TODA A SUA EQUIPE A ESTUDAR E PROVAR SEU CARDÁPIO

Essa dica não poderia ficar de fora, afinal boa parte das perguntas feitas pelos clientes é justamente sobre o cardápio.

Com base nisso, e para saber responder cada pergunta corretamente, é fundamental que seus funcionários (e não apenas os atendentes) estudem seu cardápio a ponto de decorá-lo. Mais importante ainda: eles precisam provar os pratos e ver como são feitos, evitando qualquer situação na qual sejam questionados e não saibam o que responder.

Tenha, também, atenção especial com seus garçons

Todas as dicas acima são direcionadas a um trabalho envolvendo TODOS os seus funcionários, afinal nunca sabemos quando surgirá um momento específico no qual a recepcionista, por exemplo, tenha que tirar alguma dúvida do cliente.

Mas quem quer realmente saber como ter um atendimento nota 10 em um restaurante também precisa dar atenção especial aos garçons, afinal, via de regra, são eles que estão com os clientes o tempo todo. Nesse processo em si, instrua-os com todas as dicas que achar necessárias, como não utilizar o uniforme de trabalho na rua, pegar copos e taças da forma correta, atender sempre com simpatia… Essas, especificamente, podem parecer dicas bobas, mas fazem total diferença.

E os garçons também devem conhecer cada detalhe do seu cardápio, a fim de indicar pratos e bebidas de forma estratégica (quando solicitado pelo cliente) e conseguir encontrar cada informações de forma clara. Esse, porém, é um detalhe ao qual muitos donos de restaurante não dão devida atenção, pois desconhecem o quão poderoso um bom cardápio pode ser.

Pode-se dizer, inclusive, que ele é sua maior arma de vendas, quando bem trabalhado, e facilita em muito a rotina dos seus atendentes e dos funcionários da sua cozinha. Não acredita? Clique aqui na página do Treinamento Cardápio Vendedor e leia os comentários de alunos que viram seus negócios transformados através da criação de um cardápio que realmente funciona, no qual todos os itens são dispostos de forma estratégica e precificados da forma certa.

Você também pode clicar no banner abaixo e, se tiver qualquer dúvida, é só entrar em contato e alguém da nossa equipe irá te ajudar.

como-criar-um-cardapio-curso